Carta de Princípios

Carta de Princípios da RNAJVHA
REDE NACIONAL DE ADOLESCENTES E JOVENS VIVENDO COM HIV E AIDS

 

CARTA DE PRINCÍPIOS

Missão

Agrupar, acolher e apoiar adolescentes e jovens vivendo com HIV e AIDS, bem como elaborar e incitar respostas, ações e políticas públicas contra os estigmas e impactos do HIV e AIDS.

Prioridades
Acolhimento e participação juvenil;
Sustentabilidade;
Comunicação;
Incidência Política.
Objetivo Geral


A RNAJVHA (Rede Nacional de Adolescentes e Jovens Vivendo com HIV e AIDS) é uma organização nacional, sem vínculo político, partidário e religioso, constituída por adolescentes e jovens entre 12 e 29 anos, com sorologia positiva para o vírus HIV, atuando na inclusão social, na promoção do biopsicossocial e da participação juvenil de Adolescentes e jovens vivendo com HIV e AIDS (AJVHA) destes, independente do gênero, orientação sexual, credo, raça, cor, etnia, nacionalidade e formas de transmissão.


Objetivos Específicos


A RNAJVHA pretende, em relação aos AJVHA:
Proporcionar espaço de trocas de experiências, ajuda mútua, estímulo à adesão ao tratamento e melhoria da auto-estima;
Incentivar e estimular participação juvenil em instâncias de controle social e o exercício da cidadania plena e das suas potencialidades em todas as esferas;
Estimular o planejamento e a execução de uma trajetória de vida segura e autônoma, promovendo o conhecimento e resgate de sua própria história;
Fomentar e apoiar iniciativas que garantam o direito a convivência familiar e comunitária respeitosa e livre de qualquer tipo de preconceito;
Orientar acerca de seus direitos sexuais e reprodutivos em prol da defesa para garanti-los;
Propor, encaminhar e acompanhar a criação de políticas públicas para o adolescente e o jovem vivendo com HIV e AIDS;
Incentivar a aplicabilidade dos Direitos Humanos;
Defender a aplicação do ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente);
Identificar e trabalhar as especificidades regionais do país, visando o fortalecimento das redes locais, entendendo e respeitando as diferenças sócio-culturais entre jovens de diferentes estados e regiões.
Critérios para filiação

Para fins de filiação à rede, faz-se necessário o comprometimento comum dos critérios elencados abaixo:
Ser um adolescente ou jovem de 12 a 29 anos ciente da sua sorologia positiva para o HIV;
Ser um adolescente ou jovem de 15 a 29 anos convivendo com HIV: relacionamento familiar ou afetivo com pessoa vivendo com HIV e AIDS e/ou engajamento político e/ou social na área de juventude vivendo com HIV e AIDS;
A atuação de adultos é possível desde que convidado(a) por um(a) representante dos 3 espaços de organização da RNAJVHA para ações pontuais, não interferindo no processo de decisão e participação juvenil.
Modelos de Representação

Entende-se como Representação, as pessoas eleitas por um coletivo com o intuito apenas de representar a Rede em seus respectivos espaços de organização (Estadual, Regional e Nacional), independente de sua opinião pessoal, salvo casos emergenciais onde o Representante pode ter poder decisório, uma vez que há comprovação do caráter emergencial através de e-mails no âmbito de debate político da Rede, o E-grupo.

Os representantes nacional, regionais e espaços representativos (i.e. CAMS, CONJUVE, GT UNAIDS, CNAIDS e GGF) serão eleitos através de plenária presencial para mandatos de 2 anos, prorrogáveis por mais 2 anos. As eleições ocorrerão em encontros nacionais com ocorrência em anos ímpares. Em caso de abandono representativo o E-grupo será realizado uma nova votação.

As eleições para representações estaduais serão pautadas através do regimento interno da Rede Estadual a fim de não intervir na autonomia e fortalecimento das bases.
Cabe ao Representante Regional o conhecimento das especificidades de sua região e auxiliar no processo eletivo dos Estados.

Adultos e adolescentes e jovens convivendo não possuem poder de voto assim como é inexistente a possibilidade de representação.

Abrangência

A Rede Nacional de Adolescentes e Jovens Vivendo com HIV e AIDS abrange todo o território brasileiro buscando agrupar, acolher e apoiar todos os adolescentes e jovens vivendo com HIV e AIDS.

Espaços de Comunicação Efetiva

Redes Sociais
Para fins de plenária virtual (i.e. decisões coletivas, plebiscitos, entre outros) faz-se presente a ferramenta do E-grupo onde não serão aceitos e-mails que retratam assuntos interpessoais, de entretenimento ou outros assuntos divergentes da temática política. Faz-se necessário que os membros estejam engajados em políticas locais de base para juventude e HIV juntos a Movimentos Sociais e/ou OSC’s;
Para fins de acolhimento (i.e. demonstração de amizade, fortalecimento de laços afetivos, entretenimento, entre outros) fazem-se presentes as ferramentas do Facebook em forma de grupo e perfil, e o Blog da RNAJVHA, Twitter e outros, para fins de entrosamento e interatividade;
Para fins informativos e organizacionais (i.e. exposição de documentos, histórico, ações e metas, entre outros) faz-se presente a figura do Website.
A Rede Nacional de Adolescentes e Jovens Vivendo Com HIV e AIDS firma a presente carta de princípios como legitima, vigente até o próximo encontro nacional ou a posteriori quando solicitada uma vez que esta é valida pelo período de dois anos.